A mulher que quer abortar

Se alguma mulher que você conheça estiver pensando em fazer um aborto e você tiver meios de ajudá-la, não hesite.

Converse com ela e procure entender os motivos de uma decisão extrema como essa. São mulheres que precisam ser ouvidas e anseiam por desabafar com alguém. Meça as palavras, porque colocar culpa e peso nos ombros dela por causa de uma gravidez não prevista pode desencadear sentimentos de raiva, tristeza e depressão, e até fazer surtir o efeito contrário.

Muitas vezes, a mulher que está pensando em realizar um aborto só precisa de um empurrão para procurar a ajuda de que precisa. Um incentivo seu pode fazer diferença e salvar uma vida. Muitas delas apenas querem alguém que as faça mudar de ideia.

Procure encaminhá-la para alguém que possa ajudá-la, inclusive de forma profissional. Um psicólogo, uma entidade de apoio a gestantes, um grupo pró-vida de sua cidade, um padre ou uma organização religiosa. Se ela pedir e você puder acompanhá-la, não pense duas vezes.

Essas são apenas algumas dicas que eu colocaria em prática caso me deparasse com uma mulher nessa situação. Espero que seja útil para você também.

%d blogueiros gostam disto: